Mangás

Exibindo todos 4 resultados

  • Mangá – Tokyo Ghoul: RE – 08

    Avaliação 0 de 5
    R$13,90

    O alarme ecoa em Cochlea. Os ghouls presos nas solitárias são libertados. O “último trabalho” de Haise Sasaki seria finalizado graças a Kishou Arima. Quando os golpes desferidos pelo investigador invicto atingiram a carne, “certa voz” ecoava pela sua mente, assim como uma sensação de déjà vu. O jovem buscava a “vida”, assim como o meio-ghoul “Ken Kaneki”. O Anjo da Morte sorriu silenciosamente e começaram a lutar de novo, para se certificarem de suas existências, como se fossem “pai e filho”…

     
  • Mangá – Tokyo Ghoul: RE – 09

    Avaliação 0 de 5
    R$19,90

    Um pandemônio reverbera na ilha Rushima. A base da Árvore de Aogiri está repleta de vítimas. A Equipe Suzuya é atacada pela obsessão das gêmeas e pela engenhosidade do médico. O duelo fatal relacionado à Chi She Lian. Qual foi a cena chocante que a Equipe Quinx, liderada por Urie, encontrou enquanto procurava por Mutsuki? O CCG e os ghouls. Grupos que nunca se misturam. Finalmente, essa convicção começa a cair por terra.

     
  • Mangá – Tokyo Ghoul: RE – 10

    Avaliação 0 de 5
    R$19,90

    Herdando a vontade do Rei Um-Olho anterior, Kaneki, que recuperou a memória, procura abrigo no Café:re. No local, envolto pelo aroma e sabor nostálgico de café, reuniram-se antigos amigos e ghouls que apoiam o “rei”. O sentido em estar “aqui”. Almejando um mundo em que humanos e ghouls possam compreender e conviver juntos, Kaneki cria a “Cabra Negra” e busca o diálogo com o CCG. Para destruir a “casca” que é o mundo.

     

  • Mangá – Tokyo Ghoul: RE – 11

    Avaliação 0 de 5
    R$19,90
    Ataques simultâneos ocorrem em filiais do CCG por um grupo usando máscaras de palhaços. Nimura Furuta, controlado pelos “Palhaços”, gradualmente faz o que quer no CCG. Os Quinx, que tiveram Haise Sasaki como mentor, não escondem a hesitação ao saber das ações da Goat, liderada por Ken Kaneki. Enquanto tentam transformar as bases do relacionamento entre os “humanos” e os “ghouls”, o que é esperado do “Rei Um-Olho”?